quinta-feira, 1 de agosto de 2013

''ESTIGMA''




Continuarás amor
sendo meu rochedo
enquanto minhas vagas
soltas a correrem
ao encontro de teu calor
deitaram-se sobre tuas pedras
macias de amor


Continuaras amor
sendo meu rochedo
enquanto ventos e brumas
açoitando minhas agruras,
entre teus penhascos;
braços forem doçuras


Continuaras amor
sendo meu rochedo
enquanto minhas sombras
repousadas sobre ti
desanuviarem-se aos luares. 



Alvina Tzovenos
In: Buscas de Infinitos